Cirurgias da garganta


logo cig guri logo eletr

     Adenoidectomia     

     É o procedimento indicado para resseção do tecido linfóide que cresce na região posterior das fossas nasais. As adenóides podem causar obstrução nasal, ronco, rinossinusites de repetição, otites de repetição, otite média serosa (“catarro dentro do ouvido”), alterações no crescimento facial e da arcada dentária.  

     Amigdalectomia

     É o procedimento indicado para ressecção dos tecidos linfóides que crescem nas paredes laterais da garganta (tonsilas palatinas ou amígdalas). O aumento das amígdalas está associado a problemas como roncos, apneias, dificuldade de deglutição e obstrução respiratória. Nos casos de infeções de repetição (a chamada amigdalite de repetição), as amígdalas passam a ser um fator de fragilidade do sistema imunitário, perdendo o seu papel defensivo. Quando ocorre o acúmulo de detritos sobre sua superfície (caseum amígdaliano), podem ocasionar o mau hálito e sensação de corpo estranho faríngeo.

     Microcirurgia de Laringe

     É o procedimento indicado em certas doenças das cordas vocais – como Edema de Reinke, pólipos e cistos, sendo realizado por microscopia.  Tem como objetivo remover as lesões, melhorando assim a qualidade vocal.